Sofria de uma enfermidade reticular; nos olhos, uma crosta densa e ressecada. Um dia notou-se uma exaustão constante no indivíduo; uma espécie de depressão o tomou havia anos e gradativamente impregnava de forma violenta seu frágil corpo; vivia estirado, como que enfeitiçado por uma espécie de cansaço crônico apenas exorcizado em dias de banho. Em determinado instante notou-se que dormia profundamente sobre um degrau, reparando que mesmo assim seus olhos estavam entreabertos. Então compreendeu-se que por aquela crosta densa e ressecada ele deixara de sonhar desde que seu dono completara 14 anos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: